CONTATO: edsonrufo@hotmail.com

M Ã O S - Edson Rufo

Mãos

Queria uma mão segurando a minha assim começa nossos ideais
Pedir, sentir e desejar.
Algo que fosse diferente, algo que por tudo fosse mais experiente.

Queria uma mão ao meu lado caminhando comigo.
Não pedi suas mãos para me aplaudir.
Pois a felicidade e cumplicidade se tornam os aplausos da vida.

Minhas mãos seguiram como meus pés, em frente.
Sem medo, somente uma expectativa, mudanças.
Minhas mãos que soavam frias, muitas vezes aqueciam.

Somente pedi seu dedo para colocar uma aliança.
Que mãos que tanto já sofreu, já amou, apontaram, errou.
Mãos que enxugaram lágrimas, que embalou um berço.
Mãos que deixaram de rezar o terço.

Mãos que dizem foi engano, mãos que te dizem amo.
Mãos que dizem seja feliz, mãos que diz eu sou sua sim.

Mãos de homem fantástico, amigo, honesto, companheiro e forte.
Mãos de um humilde e amável.
Mãos de verdade.

Esperei que suas mãos jamais recuassem.
Foi tudo quase uma verdade.

Pedi somente uma mão que caminhasse.
Uma mão que abraçasse
Forte e com muita vontade.

Queria uma mão segurando a minha assim termina nossos ideais
Despedir, sentir e lamentar.
Algo que fosse diferente, algo que por tudo fosse mais experiente.
Não, eu só queria uma mão, entende ?

Edson Rufo
ESCRITOR
© Direitos Reservados

2 comentários:

De Corpo e Alma disse...

Eu também só queria uma mão assim, uma mão com a qual eu usasse uma aliança, que me desse carinho, que estivesse ao meu lado. Tudo isso eu tive, porém, o que me faltou, foi uma mão que viesse com um coração. Parabéns, amei seu texto!!! Bjos

Emily disse...

eu tbm por hoje só queria,uma mão de carinho,compreensão,de amizade,de amor,afeto,gratidão,lealdade.
é só isso que quero.
Amo seus textos,sempre os vejo no site do pensador,algumas me enchem de esperanças e alegrias
Boa sorte pra vc sempre