CONTATO: edsonrufo@hotmail.com

S u s t e n t a ç ã o - Edson Rufo


Sustentação
O sorriso e a permanência da alegria.
Reverencia.
Acho que cobre, envolve, sublima.
Sempre com a expectativa de uma relação duradoura sem ambições.
Diria eterno.
Mas na competição de falarmos mais alto até mesmo sermos além do que somos.
Tornam-nos individualistas, por que até então como acreditar em um amor sem sustentação
Que faz seus caminhos e retrocede seus passos, não lembra atitudes, engole palavras.
Ah! Como é bom beijar, abraçar.
E dizer: Você é o grande amor da minha vida.
Num conjunto tudo muda.
Fazemos e devemos esperar o que de nada.
Esperar dos questionamentos das atitudes diversas.
Que complicam nossos caminhos e nos deixam.
Sonhos que se tornam mentiras em palavras.
E palavras que se agridem, atitudes.
Somo nós de novo acreditando na vida.
Sustentabilidade, agredida.
Somo nós de encontro com a vida.
Adversidade, comprometida.
Amando-te e respeitando-te pelo resto de minha vida
Sustentação de nada.
Mentiras e palavras.
Edson Rufo
Escritor

Um comentário:

Regina disse...

OLá grande poeta!
Palavras para se pensar neste poema, acredito que grandes mentiras podem ser grandes verdades, assim como verdades pode ser uma grande mentira....depende do ponto de vista de cada um, mas se a pessoa considera uma verdade pq não acreditar?Um abraço